Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho 7, 2013

Fisl14 chega ao final após levar mais de 7 mil pessoas a Porto Alegre

O Fisl14 (14º Fórum Internacional Software Livre) chegou ao fim neste sábado (6) com números impressionantes: foram mais de 7 mil pessoas, cerca de 500 palestrantes e 600 horas de atividades, sendo 80 delas gratuitas e abertas ao público em geral. Tudo isso reunido em Porto Alegre (RS) para falar sobre software livre, liberdade de conhecimento e compartilhamento.
O evento, que é considerado um dos maiores da área na América Latina, teve entre seus principais convidados o sueco Tobias Andersson, um dos fundadores do Pirate Bay. Ao longo de quatro dias, a grade de programação reuniu 32 grupos de usuários de softwares livres e 98 caravanas de outros estados, sendo 7 internacionais e, do Macapá, a que veio de mais longe. Nas redes wireless e cabeada, o tráfego de dados também atingiu uma marca impressionante: mais 1.4 terabyte de dados.
Uma das palestras mais esperadas tratou de reconstrução facial forense com Software Livre, em que o especialista em modelagem 3D, Cícer…

Buscas bizarras pelo Google são coletadas em Tumblr

Que o Google se tornou o principal canal de buscas na Internet, todo mundo sabe. Mas muitos podem nunca ter reparado nas opções bizarras oferecidas pela ferramenta autocompletar do sistema de busca do gigante, que ajuda a vida dos internautas prevendo as possíveis dúvidas. O Tumblr "Gente que Busca" reparou e reuniu essas sugestões estranhas e engraçadas que prometem boas risadas. Entre a seleção de opções curiosas estão “o que fazer se beber soda cáustica”, “ruivos não tem alma”, “fazer macumba pela Internet”, por exemplo.  E o que é mais impressionante é que pessoas já buscaram essas informações no site, pois o Google usa algoritmos que decodificam as perguntas já feitas pelos usuários.Clique em mais informações e veja mais pesquisas bizarras no Google.

Falha de segurança no Android pode afetar 99% de todos os aparelhos

Os smartphones Android podem estar em risco. Pesquisadores da Blueblox, empresa especializada em segurança de dispositivos eletrônicos, descobriram uma falha de que pode afetar até 99% dos aparelhos com o sistema operacional do Google. Através desta brecha, usuário maliciosos podem controlar totalmente o telefone de outras pessoas. O funcionamento do hack, obviamente, não foi divulgado pela BlueBox, mas a vulnerabilidade já existe desde o Android 1.6 e tem propriedades curiosas. Hackers poderiam explorar a falha para editar códigos de APKs legítimas, sem quebrar as assinaturas criptográficas delas. Dessa forma, seria possível inserir conteúdo malicioso nos programas a ser instalados. Ao infectar o smartphone, uma notificação de update para o aplicativo apareceria para o usuário, que autorizaria o seu celular ser totalmente explorado ao invés de ser atualizado. Os pesquisadores afirmam que hackers conseguiriam até ganhar controle total do telefone do usuário a partir desta …

Acessibilidade de deficientes visuais na internet é tema no Fisl14

Já parou para pensar como um deficiente visual faz para acessar a internet? Infelizmente, muitos desenvolvedores de websites não realizam esse exercício de imaginação, e o resultado são sites inadequados para cegos, daltônicos e pessoas com outros problemas de visão. A arquiteta da informação Juliana Fernandes é uma exceção. Ela veio para o Fórum Internacional do Software Livre (Fisl14), em Porto Alegre, para capacitar webdesigners e programadores a desenvolverem trabalhos acessíveis a deficientes visuais.  O Tecnologia incrivel conversou sobre acessibilidade com Juliana e com o web engineer Emerson Rocha Luiz, seu colega na Alligo, empresa que trabalha com usabilidade e arquitetura da informação em projetos web.

Engenheiro no Fisl14 mostra como fazer um carregador de bateria em casa

O engenheiro Thomas Soares demonstrou, na feira de exposições do Fisl14 (14º Fórum Internacional Software Livre), que acontece em Porto Alegre entre os dias 3 e 6 de julho, que é possível produzir energia elétrica de uma forma renovável, limpa e muito mais moderna do que o usual. Utilizando princípios simples, ele construiu um carregador de baterias de telefone celular que utiliza imãs e bobinas para gerar campo magnético produtor de eletricidade. A experiência de Soares utiliza materiais simples: relé (interruptor eletromecânico que serve para ligar e desligar dispositivos, muito utilizado na montagem de automóveis), duas baterias de 9V, caixa e suporte plástico. A bateria serve somente para criar um pequeno impulso responsável por girar o sistema com imãs na ponta, que, passando próximo a uma bobina de fios, gera campo magnético. O campo, quando se desfaz, cria um impulso com mais energia do que a original vinda da bateria. Com isso, é possível recarregar um celular con…