Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro 4, 2012

App ‘Pinch’ sincroniza telas de diferentes aparelhos em uma só aplicação

O aplicativo Pinch é uma ótima solução para quem acha o display do seu celular muito pequeno. O software consegue realizar a sincronização da tela do aparelho com a de outros telefones e tablets para a execução de uma mesma tarefa. Ou seja, é possível dividir a imagem de um vídeo ou jogo entre diversos dispositivos ao mesmo tempo. O programa, desenvolvido na Universidade de Tecnologia de Tóquio, possibilita a conexão de múltiplos aparelhos para reprodução de um determinado conteúdo em um “grande display multifacetado”. A tecnologia utilizada para a produção do app não foi revelada – o único dado que os responsáveis confirmaram é que ele funciona usando uma rede de Internet sem fio. “As pessoas provavelmente têm pelo menos um smartphone e um tablet em casa. Acho que elas podem encontrar soluções divertidas com os amigos para realizar este tipo de comunicação, talvez usando até os programas dos amigos”, comentou Takashi Ohta, professor da universidade responsável pela criação do projeto…

Apple é proibida de vender celulares com a marca iPhone no México

Um juiz negou à Apple uma liminar que permitia a companhia vender produtos com a marca iPhone no México, alegando que a empresa mexicana iFone já tinha os direitos sobre essa marca antes. Essa decisão poderá fazer com que o poderoso iPhone 5 seja vendido com outro nome no país. Em 2009, a Apple apresentou uma queixa no Mexican Industrial Property Institute contra a empresa iFone, exigindo que a empresa mexicana parasse de utilizar este nome, alegando que tal semelhança fonética poderia confundir os usuários. Mas o pedido foi negado depois que as autoridades descobriram que iFone – um fornecedor de software para call centers – tinha registrado seu nome comercial no México, em 2003, quatro anos antes de a Apple o fazer. Em contrapartida, a empresa iFone abriu uma ação incidente contra a Apple pedindo uma indenização por danos morais no montante de 40% de todas as vendas do iPhone no México até o momento. Embora os números não sejam tão grandes quando comparadas as vendas nos EUA, ele ai…

Lançamento do iPad mini tem filas em Nova York, mesmo depois do Sandy

Nem mesmo o furacão Sandy impediu o sucesso do lançamento do iPad Mini em Nova York nesta sexta-feira (2). A abertura das vendas do novo tablet da Apple começou duas horas atrasada, é verdade, porém a procura pelo aparelho foi grande. A fila na loja oficial da companhia na Fifth Avenue foi bem grande e começou ainda na noite de quinta-feira (1). Ao contrário do que aconteceu com o iPhone 5, não houve fila com dias de antecedência, até porque o clima na cidade não era nada bom. No entanto, muita gente correu para a Apple Store assim que acordou nesta sexta. As vendas estavam marcadas para terem início às 8h da manhã (horário local). Os primeiros clientes só entraram na loja por volta das 10h, mas saíram de lá satisfeitos. Nova York, a situação após o furacão vai começando a ser normalizada, porém ainda há muitos problemas a serem resolvidos, como linhas de metrô interditadas – o que é um tanto quanto prejudicial para o sistema de transportes da cidade. De qualquer forma, isso não imped…

Facebook e Twitter ajudam adolescentes a se desenvolverem, revela estudo

Atualmente o uso constante de redes sociais como Twitter e Facebook pelos adolescentes vem chamando a atenção de pais e especialistas em todo o mundo. Tentando entender melhor o impacto deste fenômeno no desenvolvimento dos jovens, a Universidade de Washington, nos Estados Unidos, desenvolveu um estudo que indica que postar na linha do tempo, enviar mensagens, retuitar, "curtir" e compartilhar ajudam no desenvolvimento social dos jovens, dando à eles um senso de pertencimento a um grupo e além de um espaço para a discussão de problemas, o que contribui para o desenvolvimento da identidade. Para o estudo foram entrevistados 32 adolescentes com idades entre 13 e 18 anos, sendo 15 meninas e 17 meninos. No estudo, os jovens reponderam à perguntas sobre os seus hábitos de uso, como eles se comunicam com seus amigos pelas redes sociais e sobre o que costumam conversar, tudo isso acompanhado de uma análise do conteúdos compartilhados por eles. De acordo com a autora da pesquisa, a …